sábado, 13 de agosto de 2011

Histórias de Pais e Filhos

Agosto, segundo domingo, sempre é dia dos pais no Brasil. Sentei pra ver vídeos sobre “Dia dos Pais” na web, tem aos montes. Tem pai pra todo o gosto fazendo as coisas mais estranhas. Vendo aquilo tudo, penso que à medida que me vejo perdendo o interesse por coisas que vão ficando pra trás, vejo meu filho despertando pros interesses dele e sem muita medida. O tempo nos torna seletivos, mas eles, ao contrário, querem tudo e muito. O humorista e ex-Casseta Hélio de la Penã diz: “Ser pai é saber a hora de ser brother e a hora de ser mala”. Entendi o que o Hélio diz, mas seria perfeito demais. Como filho não veio com manual, acho que passo mais tempo sendo o mala do que o brother. Meu consolo é olhar pro lado e ver que não estou sozinho. Tem gente que prefere colocar o pêndulo só pro lado do brother, o que também não é bom. Resolvi ser mais mala, porque percebo que é melhor dificultar e, com o tempo, ir soltando a guia. Encontrei a frase "Sofrimento constrói o caráter" numa tirinha do Calvin (personagem de Bill Watterson). O pai dele (foto) entoa esse mantra em todas as histórias e faz todo o sentido pra mim, por isso não facilito muito as coisas. Mas pra não ser um déspota, vou pelo caminho do exemplo, o que torna as coisas mais complicadas ainda – só posso mostrar o melhor caminho se trilhar exatamente a mesma estrada, senão nada feito. Por essa via, quero acertar mais do que errar. O brother ou o mala? Só o futuro vai dizer quem tem razão. Um abraço a todos os pais e filhos. E um abraço especial ao meu pai e ao meu filho.
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário