quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Hope Ensina - a SPM não aprende

Gisele Bündchen
"amor, bati seu carro....de novo"
Fico imaginando uma reunião de briefing numa sala de agência, sobre a nova super campanha que precisa ser materializada. A conta pede uma atitude. O cliente quer dizer o que ninguém jamais disse, num tempo recorde e num instantâneo absurdo, onde ninguém raciocina mais assim com propagandas – ficou chato, é zap e pronto. Como vender calcinha falando mais por menos segundos? E à custa de polêmica, a Hope foi à luta. Aí aparece a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) da Presidência da República pedindo ao CONAR pra dar uma sapatada no comercial. Gisele Bündchen ensinando como dar uma notícia ao marido sob duas perspectivas bem humoradas: a “Amélia” e a “Deusa”. Que mal há nisso? A maneira mais autêntica e necessária de desfazer um estereótipo é justamente usá-lo para rir dele próprio. Mas meia duzia de senhoras (não acredito que sejam tantas mesmo) resolvem torcer o nariz acusando o comercial de sexista. Pra que? Sexismo é reforçar a pecha de que mulher é o sexo frágil, que é alvo de desigualdades e que precisa de proteção da lei contra comerciais de TV mal encarados. Dona SPM, gaste seu tempo dando mais espaço pra mídia em reforço à Lei Maria da Penha, por exemplo. Faça isso e não discuta, pelo imposto que lhe pago. Isso sim é que seria esforço anti-sexismo. Se o objetivo era criar polêmica, parabéns à Hope. Se não era pra chegar nesse ponto, parabéns duas vezes. Veja os filmes:
video
video
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário